sábado, 21 de junho de 2014

O sapo cururú cantando

Amigos, de 1977 a 2003, eu trabalhei no policiamento militar ambiental, região de São José do Rio Preto - Estado de São Paulo - Brasil. Nos meses de maio a agosto empreendíamos muito para impedir a caça de animais silvestres no período noturno. Muitas vezes navegávamos rio abaixo com motor de popa desligado - de rodada - até alcançar ponto crítico, onde poderíamos surpreender caçadores que navegavam rio acima.

Nas circunstâncias, relevante ter paciência, pois a noite esfriava e a embarcação ficava posicionada sob copa de árvore que inclina para ás águas. Enquanto os caçadores não chegavam, ficávamos a escutar os sons da natureza. Dentre os sons ouvíamos o belo canto dos sapos cururus. Vocês quando acessarem o vídeo, por favor, aumentem o som, pois terão a oportunidade de ouvirem os mesmos sons das nossas madrugadas. Abraços.


Políticas & Meio Ambiente


Nenhum comentário: