quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

Fumaça misteriosa e radioativa em Fukushima, no Japão, pode apontar um novo vazamento


OSMAIRO VALVERDE
A fumaça está causando rumores de um novo vazamento.

Tepco – Tokyo Eletric Power Company – empresa responsável por gerar energia nuclear em Fukushima, confirmou a informação que a região está enfrentando novos transtornos.

Ela disse, em nota, que o Reator 3 da usina está liberando uma nuvem de fumaça com vapores radioativos. A notícia foi encarada com preocupação por diversas organizações não-governamentais de proteção ao meio ambiente.

A causa exata da liberação da fumaça ainda não foi completamente explicada. A nuvem, por ser composta de vapores de material tóxico, eleva a radioatividade em níveis muito perigosos ao ser humano, o que impossibilidade uma análise mais detalhada de situação no momento.

A empresa ainda divulgou que um novo vazamento seria possível. Existem mais de 80 toneladas de combustível à base de plutônio. Se os reservatórios de água que resfriam os reatores secarem, as hastes com material radioativo irá derreter e causar um impacto ainda não calculado.

O site The Ecologist tentou dar algumas explicações para a fumaça. Segundo a publicação, uma das possibilidades seria que algumas hastes radioativas entraram em contato direto com a água da chuva que caiu recentemente na região, produzindo o vapor. Ele levanta também a chance de que estas mesmas hastes tenham derretido e esparramado pelo solo abaixo da usina, o que geraria enormes problemas ambientes pela contaminação de lençóis freáticos que fatalmente chegariam ao mar.

A Tepco deverá informar nos próximos dias a causa da enorme quantidade de fumaça tóxica.

Nenhum comentário: