quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Polícia Militar Ambiental REALIZA OPERAÇÃO NATAL FELIZ

Polícia Militar Ambiental

REALIZA OPERAÇÃO NATAL FELIZ

Nos dias 16, 17, 18 e 19 de dezembro, a Polícia Militar do Estado de São Paulo por intermédio da Polícia Ambiental desencadeou a operação denominada “NATAL LIVRE”, nos municípios de São José do Rio Preto, José Bonifácio, Mirassol, Tanabi, Neves Paulista, Jaci, Novais, Nipoã, Nova Granada, Nova Aliança, Planalto, Guapiaçu, Palestina, Poloni, Ubarana e Catanduvas, Novo Horizonte, Borborema, Ariranha, Pindorama, Palmares Paulista, Novais, Cajobi, Paraíso, Ibirá, Itajobi e Sales.

O foco das ações de policiamento ambiental foi a constatação de aves e animais silvestres mantidos em cativeiro, sem a autorização do órgão ambiental competente, o comércio irregular, possíveis maus tratos, além de outros delitos relacionados à fauna, e a repressão aos crimes de caça de animais da fauna silvestre, e também ao porte e posse ilegal de armas de fogo, visando à apreensão de armamentos em situação irregular e de material utilizado para a prática de tais crimes.

A operação contou com 248 policiais militares em 72 viaturas operacionais.

Até o presente momento, 63 residências foram fiscalizadas, lavrados 63 boletins de ocorrência, e efetuadas 133 buscas pessoais. 

Foram apreendidas 444 aves silvestres, mantidos em cativeiro irregularmente em 355 gaiolas e alçapões, dentre estas tucanos, Jandaia da testa vermelha, papagaios verdadeiros, periquitos da asa amarela e Maracanã, tempera-viola, sanhaços, sabiás, trincas ferro, tico tico rei, canários da terra, patativa chorona, iraúna grande, coleirinha baiano e outras diversas, e ainda aves ameaçadas de extinção como: curió, bicudo, caboclinho, azulão, coleira-do-brejo e patativa verdadeira.

Nos plantéis de pássaros silvestres fiscalizados, 49 anilhas encontravam-se irregulares.

Foram lavrados 56 Autos de Infração Ambiental cujo valor totalizou R$ 379.500,00. As aves serão avaliadas por Médico Veterinário e se forem consideradas aptas, serão soltas em seu habitat.

11 pessoas foram presas em flagrante delito e foram apreendidas:

· 27 armas de fogo (espingarda/rifle/revólver), 

· 357 munições (deflagradas e intactas).
   Fotos: Cpamb

       
       
                                                                                  
Obs.: comentários nos dão conta de que a legislação ambiental brasileira é boa (avançada), eu diria que é frágil por demais da conta, pois se levar em conta as apreensões realizadas cotidianamente pela incansável Polícia Militar Ambiental concluiríamos, "a aplicação da lei não educa, pois não propicia mudança de comportamento”. A meu ver se não alterarem a legislação, simplesmente, não será possível proteger os animais que compõem a fauna brasileira. (JGH)

Nenhum comentário: