quinta-feira, 25 de julho de 2013

POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL APREENDE 52 ARMAS DE FOGO


Cpamb Pmesp
No dia 24 de julho, durante realização da Operação “Venari”, a Polícia Militar Ambiental realizou a repressão de crimes de caça de animais da fauna silvestre e também de posse e porte ilegal de arma de fogo.
Foram cumpridos 21 mandandos de busca domiciliar com o objetivo de apreender armas de fogo, materiais utilizados na caça de animais silvestres, e quaisquer outros objetos relacionados à ilícitos penais.
A Operação foi batizada de “Venari”, pois é o termo em latim que significa “Caça”. Teve início 04h30min da manhã e foi realizada nos municípios de Santa Fé do Sul, Três Fronteiras, Rubinéia e Santa Clara do Oeste. Ao todo foram empregados 93 policiais militares e 27 viaturas, que fiscalizaram 26 propriedades.
19 pessoas foram presas em flagrante delito e foram soltas após o pagamento de fiança.

Ao todo foram apreendidas 52 armas, 3.365 munições, 03 miras ópticas, 01 couro de jacaré, 01 cabeça de veado, 1,5kg de agrotóxico conhecido como “Regente”, 01 tarrafa de nylon, 01 arpão, 11 pássaros da fauna silvestre e 08 gaiolas.
Os autos de infração ambiental totalizaram o valor de R$ 22.500,00 em multas.
Caçar animais da fauna silvestres é crime ambiental tipificado na lei dos crimes ambientais, com pena de detenção de 6 meses a 1 ano e multa, as consequências desse ato criminoso são a perda da biodiversidade, causando desequilíbrio ambiental e a extinção de espécies”.

Opinião:
"a Polícia Militar Ambiental vem ao longo do tempo 
empreendendo num esforço desmedido no sentido de proteger flora e fauna. Infelizmente, as apreensões se tornaram cotidianas em face da vulnerabilidade da legislação".(JGH)

Nenhum comentário: