sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Hino da Cidadania

Eu parabenizo os brasileiros José Ribeiro e José Camargo de Maio pela interpretação e letra do Hino da Cidadania. Verdade verdadeira tem de ser dita, ou seja, milhões de brasileiros vivem na miséria ou a margem do direito. Eles não são representados nos poderes legislativo e executivo. O tempo passa, eles nascem, crescem, envelhecem e fenecem mantendo a esperança de viver com um pouquinho de conforto e dignidade. Não posso ser injusto, vez que alguns parlamentares (poucos) lutam fervorosamente na busca por solução. Infelizmente, não conseguem transpor o muro do capitalismo selvagem que impera no Continente Brasil. Eu agradeço ao nobre Vereador Pedro Roberto Gomes (PSOL) – São José do Rio Preto - pelo envio do vídeo acima postado e recomendo a ele para que não desista de lutar pelos menos favorecidos. 


3 comentários:

Kleber Ribeiro disse...

A batalha é difícil. A busca pela dignidade é o que conduz o homem à novas conquistas. Visitei seu blog, Sou de José Bonifácio e tenho um blog de informações da região, críticas, artigos, e ilustrações de minha autoria; tudo a favor do direito da cidadania. Meu pai, também é amante e defensor da natureza. Vive em seu computador peneirando informações que contribuam para um melhor meio ambiente. Passe por lá se possível
Blog do meu pai:
http://aldeia.mundus.zip.net/
Meu blog:
http://prosadointerior.blogspot.com

Abraço

Cristiano disse...

É PRECISO TER ESPERANÇA.CERTO DIA UM AMIGO MEU ME FEZ UMA PERGUNTA QUE ME DEIXOU PENSATIVO:
_ AFINAL, EXISTE SOLUÇÃO PARA OS PROBLEMAS DO MUNDO NAS ÁREAS SOCIAL E AMBIENTAL?
EU ENTÃO LHE FIZ OUTRA:
_ SERÁ QUE EXISTE RESPOSTA PARA TAL PERGUNTA?
Espero ver em mais alta proporção nossas atitudes como seres humanos em resposta a todas as mazelas do mundo ao invéz da busca pelas respostas que muitas vezes não encontramos nas letras.
Tio, gostei do seu blog. até...

Jorge Gerônimo Hipólito disse...

Olá Cristiano, muito obrigado por sua visita. Com relação a pergunta que fizeste ao teu amigo, eu ousarei responder.

“O que queres que os homens façam por ti, faça igualmente por eles”.

(Jesus Cristo)

Eu assim me manifesto, pois quanto as questões ambientais penso que o homem não é mais importante que os outros seres, quer sejam animais ou vegetais. Quanto as questões sociais, eu diria: o que falta a maioria dos homens sobra a minoria. E essa minoria tem consciência disso, no entanto, infelizmente, ela não conhece da resposta a pergunta. a.