domingo, 15 de maio de 2011

Curso trata da utilização de VANTs para monitoramento ambiental

Assessoria de Comunicação   
06-Mai-2011


Teve início nesta semana o curso Operação de Veículos Aéreos Não Tripulados, o primeiro da América Latina a fazer uso desse tipo de tecnologia. O treinamento conta com a participação de 15 integrantes da Polícia Militar Ambiental, sendo também aberto a estudantes.
O foco do curso, com duração de um mês e meio, é a utilização de VANTs para monitoramento ambiental. Além da parte teórica, há prática de aeromodelismo e uso de simuladores, incluindo o VANT Tiriba, nas aulas finais.
O Tiriba é uma aeronave elétrica operada por um sistema autônomo de navegação que pode contar com câmeras fotográficas de alta definição, sensores e câmeras de vídeo convencionais com transmissão em tempo real de imagens e dados para uma estação de solo. De fácil operação, o VANT tem lançamento manual e permite que as atividades sejam programadas antes do voo.
De acordo com Capitão da Polícia Militar Ambiental, Luís Gustavo Biagioni, a importância do treinamento, que conta com participação de policiais de diferentes localidades do Estado de São Paulo, é que ele “pode viabilizar o uso de VANTs pela corporação, à medida que torna seu pessoal apto a testar sua funcionalidade em demandas corriqueiras como monitoramento, vigilância e reconhecimento de problemas ambientais e rurais”.
A iniciativa é uma parceria da empresa AGX Tecnologia; do Departamento de Engenharia Aeronáutica e do Centro Tecnológico Educacional para Engenharia (CETEPE), ambos da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC-USP); do Laboratório de Sistemas Embarcados Críticos (LSEC) e do Instituto Nacional de Ciências e Tecnologia em Sistemas Embarcados Críticos (INCT-SEC), sediado no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC-USP).

Os responsáveis pelo curso são os professores doutores Onofre Trindade Júnior, Kalinka R. L. J. Castelo Branco, do ICMC, e João Paulo Moretti, funcionário do CETEPE.

A Profa. Kalinka explica que o INCT-SEC teve como primeiro produto o Tiriba, feito em parceria com a AGX, e a Polícia Ambiental pretende usá-lo para monitoramento ambiental. “Como o INCT-SEC, por meio do Centro de Ensino e Treinamento, busca a formação de recursos humanos, esse curso tem o intuito de fazer com que os policiais tenham habilidade de manusear um aeromodelo e, em consequência, um veículo aéreo não tripulado”.
O curso está sendo realizado no LSEC e no Departamento de Engenharia Aeronáutica que ficam no Campus 2 da USP-São Carlos, Avenida João Dagnone, 1100.
Mais informações:
Por Suzana Xavier
Fonte: "Portal USP São Carlos"  


Nenhum comentário: