quarta-feira, 30 de março de 2011

Urânio = 238U92


(238U92) O urânio (homenagem ao planeta Urano) é um elemento químico de símbolo U e de massa atômica igual a 238 u apresenta número atômico 92 (92 prótons e 92 elétrons).
À temperatura ambiente, o urânio encontra-se no estado sólido. É um elemento metálico radioativo pertencente à família dos actinídeos.
Foi descoberto em 1789 pelo alemão Martin Klaproth. Foi o primeiro elemento onde se descobriu a propriedade da radioatividade.
O Urânio é utilizado em indústria bélica (bombas atômicas e espoleta para bombas de hidrogênio) e como combustível em usinas nucleares para geração de energia elétrica. Leia mais...

"Movimento Paulo Jackson" e,
O que sabemos sobre o Urânio de Caitité
Salvador, 28 de março de 2011
Somos de Caetité, na Bahia, onde funciona a única mineração de urânio em operação no Brasil, que produz a matéria prima da produção do combustível nuclear destinado à central nuclear de Angra dos Reis.
Como representantes do Movimento Paulo Jackson – Ética, Justiça, Cidadania, tentamos acompanhar, por mais de uma década, os problemas sócio ambientais causadas pela mineração de urânio no sudoeste baiano.
E por isto, estamos acompanhando os desdobramentos da catástrofe nuclear do Japão, que a Europa já denominou de apocalipse atômico. Leia mais...

ANGRA 3
De acordo com a legislação ambiental estabelecida em 1986 pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente - CONAMA, a construção, instalação, ampliação e funcionamento de estabelecimentos e atividades que utilizem recursos ambientais, considerados efetiva ou potencialmente poluidores, ou ainda capazes de causar degradação ambiental, dependem de licenciamento ambiental, que possui três fases distintas:
Licença Prévia (LP)
Licença de Instalação (LI)
Licença de Operação (LO) Leia mais sobre Angra 3
Comentário.
No nosso dia a dia e na medida que o tempo passa não envelhecemos? Sim e justamente por isso é importante viver bem a vida. Essa, mesmo alcançando os 100 anos será considerada curta, haja vista se tratar de um privilégio concedido por DEUS. Eu não sei quantos anos tem e nem quem são os leitores dessa postagem, mas sei que desejo a eles, uma vida com saúde, paz e segurança.
As vezes impulsionados pela indignação opinamos de forma mais contundente, justifico: ao longo do tempo, milhares de pessoas vem perdendo a vida em função dos acidentes nucleares, o que nos remete a pensar sobre o fato de que ainda não adquirimos conhecimento suficiente para evitá-los. A vida em geral e não apenas a dos seres humanos deve ser mais relevante que a Geração de Energia Nuclear, por isso devemos refletir sobre a necessidade de repensar as USINAS, principalmente no que tange a elaboração do ESTUDO DE IMPACTO AMBIENTAL e RELATÓRIO DE IMPACTO NO MEIO AMBIENTE (EIA/RIMA).
Textos inseridos/Fontes: Wikipédia, EcoDebate e Eletronuclear.

Nenhum comentário: