quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

São Paulo - Enchentes - Sugestão

Amigos reflitam comigo sobre a seguinte idéia. Imaginemos que o município de São Paulo desenvolva junto com a população um programa de aproveitamento das águas das chuvas. Por exemplo, digamos que um comerciante tenha um estabelecimento próximo do rio Tiete com área de 300 m² e que ele adapte sistema de captação através de calhas e condutores.

Toda água captada seria direcionada para um reservatório e depois aproveitada para a limpeza de calçadas, quintais e jardins. Pois bem, considerando uma chuva de 50 mm, logo teríamos 15.000 litros de água captada e retida num único prédio. Expandindo essa idéia, eu nem posso imaginar quanto de área nós teríamos e nem mesmo quanto de água captaríamos, mas que seria relevante, eu não tenho dúvidas.

Entretanto, ainda sobre a idéia, a prefeitura poderia começar a desenvolvê-la nos prédios públicos municipais e ao mesmo tempo motivar as empresas e domiciliados a seguir o exemplo. Obs.: 1.000.000 de m² em área captaria 50.000.000 de litros de água. Importante lembrar que na medida em que a água captada fosse aproveitada, automaticamente, aliviaria a demanda da SABESP com relação às caixas d’água naturais situadas na Cantareira, Mairiporã, Santa Isabel etc. Reflitam, por favor! Em tempo: na verdade, eu acredito que a idéia pode ser aplicada em qualquer cidade, onde ocorrem inundações e também naquelas, onde não ocorrem.

Nenhum comentário: