quarta-feira, 20 de maio de 2009

"Ruralistas, Os Donos do Mundo"

Certa vez, eu percebi que o comandante recebia rotineiramente elogios em face do êxito obtido nas missões. Ele ficava feliz.
Indaguei: comandante quando o senhor recebe elogios, esses não decorrem da qualidade do serviço prestado pela tropa? Ele respondeu: certamente e isso me orgulha por demais. Comandante, então por que não vemos alguém da tropa também recebendo elogios, notadamente, a partir da sua iniciativa? Ele respondeu: a tropa, simplesmente, cumpre com a obrigação.

Veja parágrafo do artigo: “Ruralistas finalizam projeto de criação do Código Ambiental”.

“Atualmente, pela legislação em vigor, se você cometer um crime ambiental você vai ser punido. Mas nada é assegurado em favor do proprietário que protege o meio ambiente. Nós queremos reverter à situação: quem cuidar quem preservar vai receber da sociedade por isso, porque ele estará fazendo um bem para a humanidade”, justificou o coordenador da Frente Agropecuária.
Portanto, aquele proprietário que preserva o meio ambiente, simplesmente, cumpre com a obrigação, ou seja, a legislação. Por outro lado imaginemos que não cumprissem mesmo a legislação ambiental e, consequentemente, faltasse água numa localidade. Nesse caso o município teria prejuízos e, concomitantemente, as pessoas. Isso por conta da redução da qualidade de vida. Concordas? Pois bem, nessas circunstâncias poder-se-ia responsabilizar aqueles que causaram os prejuízos por terem desobedecido à legislação?

Concluindo, fazer um bem para a humanidade é algo divino, isto é, Deus assim deixou estabelecido. Assim, se levarmos em conta o parágrafo supra referenciado fica a impressão de que os ruralistas pertencem a outro mundo ou então são os donos dele. Por conseguinte, aqueles terráqueos que não se tornaram ruralistas devem ficar agradecidos aos que são, pois, a garantia de que haverá qualidade de vida dependerá, intrinsecamente, deles.

Na verdade, Deus está perdendo espaço....

Nenhum comentário: